domingo, 27 de setembro de 2009

Física.

Antes de começar falando de todas as coisas que me deprimiram nessas ultimas semanas, de dizer o quão cinza minha vida voltou a ser e toda aquela coisa que só acontece por que os outros querem ver você bem acabado, mesmo (sorte do melhor amigo) eu prefiro começar falando da estrela cadente que caiu em minha cabeça! A pancada que de tão forte me deixou com gotas de esperanças que se derramaram em meus olhos. Essa introdução dá no mesmo que dizer: ‘‘Yes, we can’’.
E como podemos, cara. Sabe que filmes ajudam você a se sentir bem, do tipo ‘‘Nossa. Esse cara tá pior que eu, não estou tão ruim assim’’.
Fora a vontade de estudar, bem quando você realmente precisa estudar. E dá no que dá. A física sempre tem razão. Pelo menos ela quis entender a música. Quem sabe agora não nos entendemos também...
E tentando escrever rápido, pra poupar tempo. Dessa vez não dá pra explicar detalhado, mas a essa altura você deve conseguir me entender, depois de todos esses posts.
E faltando quatro dias para me integrar ao grupo de jovens brasileiros que aparecerão em rede nacional apenas para ver alguns egos inflados e choros falsos de emoção, eu vos digo ‘‘Salve salve, VMB’’ =D
Respeitando ao máximo o limite de linhas do vestibular e os três minutos para cada questão do Enem, chegou o momento em que pêlos e cinza se misturam para virar um lindo arco-íris peludo. Que agradável.
[Certeza que a rainha da Inglaterra não riria dessa piada. Que falta de etiqueta )= ]
E quem discorda que atire a primeira pedra.
‘‘O Tevez era melhor que o Robinho!’’.

XDD

Nenhum comentário:

Postar um comentário