sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Virei Santista por um dia.


Imagina o que é ficar em baixo de um sol quente sem nenhum refri-gelado acessível e com um bando de homens suados juntos jogando truco e roubando loucamente. Pior que tem gente que curte uma delícia dessas!

Fora a praia suja cheia de pelegos que acabou sendo o cenário humanista desse dia, em um lugar onde eu achava que só iria para visitar o aquário municipal e ser roubado no Mcdonalds. Ainda bem que fui esperto e farofei no meio da avenida o/

E o mais legal disso tudo é o jogo da montanha russa. Cara, jogar a versão 3-D dentro de um ônibus é bem mais alucinante! Uau, jão. Repare nesses carro.

Mas aconselho a não jogar esse jogo depois de ter comido um sanduíche de presunto. As chances de passar mal são grandes!

E também devo frisar a importância de um repelente para fazer uma trilha. E o tênis, claro. Nunca se sabe quando você usará seu dedão para chutar um tronco cheio de musgos e ficar mancando o resto do dia.

Ou quando você terá a proeza de sujar duas camisas com manchas muito suspeitas e duvidosas. Esse é o tipo de pessoa que já sabe que vai fazer merda e por isso leva duas camisas.

O motivo de ter virado santista por um dia é simples: a admiração por essa cidade muito educada, que tem como prioridade a segurança dos pedestres e, principalmente, pelo pessoal que vem de longe, estudantes das ‘‘escolas perto de São Paulo’’ (isso foi em Cubatão, mas tá valendo).

Não é necessariamente torcer pelo time, o que também não vejo mal nenhum, já que pessoas boas estão em falta por aí, e é por isso que tem pouco santista por aí também!



‘‘Aruba, Jamaica ooo I wanna take you
Bermuda, Bahama come on pretty mama
Key Largo, Montego baby why don't we go
Jamaica Off The Florida Keys


There's a place called Kokomo
That's where you wanna go to get away from it all


Bodies in the sand
Tropical drink melting in your hand
We'll be falling in love
To the rhythm of a steel drum band
Down in Kokomo’’




Não ouça essa musica se você for pra Santos! Ouça qualquer outra que não lembre praia, porque quando você chegar lá, o máximo que você vai querer é ir tomar uma ducha.

Tá bom vai. ‘‘Pelados em Santos’’ até que cai bem.