segunda-feira, 17 de maio de 2010

Real Love



Não parei mais para escrever. Não escrevo como antes. Nada é como antes. As coisas mudam, as pessoas mudam. Boas lembranças ficam para trás e dão espaços a novas lembranças que ainda não aconteceram. Se for possível...


Sentindo muito cansaço de pessoas. Estou cansado de ver os mesmos rostos todos os dias, de contar as mesmas piadas, de se importar com os mesmos erros cometidos e que na verdade acabaram sendo nada de significante. De contar todas as cores presentes em meu mundo, todas as perguntas que faço com o mínimo de interesse, apenas para continuar vivendo e conversando. As palavras estão cada vez mais longe, mas preciso delas para continuar fingindo que me importo em descobrir respostas para tudo.


Pode parecer meio forçado, como sempre. Mas nada do que eu estiver sentindo pode ser forçado para mim mesmo. É aquilo e pronto. Um sentimento nunca nos dirá uma mentira, nem uma verdade. E se dissesse, eu não acreditaria.


Esse é o meu jeito de esconder o que realmente acontece. As palavras são ótimas, a melhor parceira. Aquela que possui diversos sentidos e que sempre terá um para cada indivíduo. Nem eu mesmo entendo o que escrevo. Se existe um jeito certo, como aquele em que ensinam no colégio, eu não acredito. Não seria tão simples, ou tão difícil de entender. E cada um tem um direito de escrever como acham que devem ser suas histórias. Veja que há uma linha tênue entre a gramática em si e o jeito como ela é apresentada. Deve ser por isso que muita gente não suporta ler um texto como esse.



E se precisasse dessas pessoas para continuar escrevendo, já teria parado à muito tempo. Eu busco sentimentos profundos, blues-de-fim-de-semana e faço disso uma estória de domingo à tarde, em dois violões (um desafinado) e conto para quem quiser ouvir a música perfeita que fizemos para esse momento tão lindo. x]



-E se existe música perfeita, como não pode existir um texto perfeito?



-É tudo questão de sentimento.



Se algum dia eu me vender, pode ter certeza que você verá inúmeras promoções nesse blog e posts a cada meia hora. Existe uma grande chance de eu ter milhões de seguidores, também. Como é bom ser bonito e famoso, dá uma charme a mais para essa paz privatizada que todos queremos. Como é bom ser o Homem de Ferro, ser inteligente e despretensioso. Give peace a chance!



E pra mim também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário