domingo, 27 de outubro de 2013

I'm On a Boat.



Estive lá por certo tempo. Peguei minhas coisas e sumi no meio da imensidão azul. Estive sozinho, deixei tudo para trás para viver balançando, tendo que tomar cuidado pra não escorregar na água que passava por meus pés, querendo entrar no meu tênis para fazer um pouco de companhia para as minhas meias e me deixar um tanto incomodado com tudo isso.

Se eu tivesse que guiar o barco, estaria perdido. Eu nunca fiz isso, certamente todos se afogariam se eu tivesse no comando. Exigiu muito esforço de alguém que ainda soa na hora de limpar o quarto. A mala pareceu pequena na hora de colocar as roupas, isso só me fez ter certeza que sou um cara bem preguiçoso, mesmo. Vai ser difícil você me ver com bagagens na mão. Nem mochila levo mais na faculdade. Não sei como ainda fico em pé, no duro.

Mas a viagem, ao contrário do que se imagina, não foi para descansar ou aproveitar. Eu andei, corri, suei, pensei, gritei e parei. Dei risada. De toda essa agitação de todos os envolvidos. Todos procurando um bom motivo de estar fazendo aquilo tudo acontecer. Cada um teve o seu, que no final, acabou sendo um só. O de fazer acontecer, simplesmente.

E aconteceu. Só isso.

Estava tudo lá, as pessoas estavam lá. Teve dinheiro, muito dinheiro. Eu vi pouco, pra ser sincero. O que eu queria ver, mesmo, já estava bem na minha frente. Um horizonte infinito, com inúmeras possibilidades. A sensação de navegar sem ter medo da chuva, se sentindo forte o suficiente para aguentar a maré que tentava me jogar pra fora o tempo todo. Eu me segurei quando precisei. Mas também abri os braços e mostrei a minha força, a minha vontade de encarar o mundo do meu jeito, de voltar logo pra casa.


I've sailed the seas, fought my many demons
I've looked to gods in the skies
Had many storms, question my conviction
Gave armies reason to rise
Tend your light, 'cause on this night
I'll be coming home



Eu estava com saudades de você. E te ver foi a melhor recompensa. Mas isso deixa pra depois. Preciso contar direito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário